Um ‘milagre’ 100% humano

Uma dica de cinema que vale por uma reflexão, dentre as diversas que tenho postado aqui no site diariamente.

O filme turco O MIlagre na Cela 7 (2019) é daquelas produções cinematográficas cujo roteiro foge das previsibilidades: usa elementos que todo mundo conhece – do cinema e da realidade – como tensão, amor, dor, morte, violência, desespero, poder e força, mas faz isso para falar de outras coisas da vida. Feito para tocar o coração, abrindo mão de pieguices e jogos emotivos típicos de autoajuda.

O fio condutor da história, que é uma refilmagem de outro homônimo sul-coreano (de 2013), narra a vida de um pastor de ovelhas, sua filha e a avó. Ele é condenado por um crime bárbaro, e então começa o drama. O detalhe é que o personagem central tem deficiência intelectual e não percebe o risco de se ver numa trama entre presos perigosos. Prestes a ser executado pelo crime do qual foi acusado, acontece o ‘milagre’, no caso, estritamente humano.

O tal milagre não lembra em nada aqueles clássicos do cinema, com anjos, igreja ou religião, como conhecemos, mas a inusitada maneira que o diretor conduz a história para seu desfecho surpreendente.

As interpretações de Memo (Aras Bulut İynemli) e Ova (Nisa Sofiya Aksongur) são magistrais, provando que ainda conhecemos pouco do que se faz de bom no cinema em diversos países além dos EUA e de outras regiões da Europa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s